Os 10 melhores episódios de Doctor Who!
[editar artigo]

Os 10 melhores episódios de Doctor Who!

Com 55 anos de idade, mais de 270 episódios, 2 filmes oficiais, 2 filmes não-oficiais, 4 spin-offs, jogos, áudio dramas, episódios extras e etc, etc etc… Pode parecer uma tarefa meio impossível escolher apenas 10 melhores episódios de Doctor Who…

Mas vamos pegar (por enquanto) apenas a nova fase (2005 - 2018) e elencar os 10 momentos marcantes que fã nenhum deve esquecer e que novos-fãs nenhum deve deixar de ver!

 

10 - The Rings of Akhaten (S07 - EP07 - 2013)

Talvez o episódio em si não seja um dos melhores, mas ao confrontar uma entidade devoradora de memórias que ameaça a vida de um planeta inteiro, o Doctor tem um dos monólogos mais memoráveis de toda sua encarnação… Impossível não se emocionar com a atuação apaixonada de Matt Smith embalada por uma das canções mais bonitas já criadas para a série. Um belo e inesquecível momento.

9 - Dalek (S01 - EP06 - 2005)

Com a tarefa de introduzir o principal e mais terrível vilão do Doctor para toda uma nova geração: “Dalek” se destaca na primeira (e subestimada) temporada da nova série de Doctor Who. Cristopher Eccleston entrega uma performance magnífica enquanto dialoga a sério com um saleiro gigante… (Que é o design dos Daleks, não me culpe). E o ponto é justamente esse, a tensão construída nesse episódio envolta desse vilão aparentemente ridículo  consegue nos deixar com medo real de sua ameaça… E por essa e outras que esse é um dos melhores episódios da série.

8 - Heaven Sent (S09 - EP11 - 2015)

Um grande monólogo do Doctor de Peter Capaldi, em um dos raros episódios onde um doctor encara uma aventura sem a presença de companheiros. Preso em um labirinto temporal, o doctor precisa encontrar um jeito de escapar, nem que esse jeito dure bilhões de anos em cárcere privado… E é basicamente isso mesmo que acontece... Sem dúvidas um dos episódios mais poderosos da era Capaldi e um dos mais memoráveis da nova geração de doutores.

7 - The Runaway Bride (Especial de natal - S03 - 2007)

Sem nenhum tipo de favoritismo nessa lista, mas “The Runaway Bride” introduz a melhor companheira do Doctor de todos, todos os tempos.  O episódio é meio bipolar, pois ele é leve e bem cômico (como sempre acontece quando juntam David Tennant e Catherine Tate na série) mas também é um episódio meio tenso e sombrio, com um doctor cansado e impiedoso… E olha que é um especial de natal! E ah, esse episódio tem um dos piores vilões já feitos na história da ficção científica… Mas confie em mim, ainda assim ele vale muito a pena.

6 - Blink (S03 - EP10 - 2007)

Sem dúvidas um dos episódios preferidos de 10 entre 10 fãs de Doctor Who. Também é um dos mais quotáveis de todos (a expressão “wibbly wobbly timey wimey” surgiu nesse aqui). Escrito pelo amado e odiado Steve Moffat, “Blink” sai muito da curva e apresenta um dos episódios mais diferentes da série até então. Com pouca participação do Doctor, focando em personagens novos e exclusivos e te fazendo ter medo de estátuas. A estrutura narrativa é bem fechada e funciona bem até mesmo fora do contexto da série, então se quer conhecer Doctor Who mas não sabe por onde começar: “Blink” talvez seja uma boa recomendação.

5 - A Christmas Carol (Especial de natal - S06 - 2010)

Outro especial de natal, mas esse com cara de natal mesmo (o que é raro nos especiais de natal do Doctor Who). Com uma vibe bem Charles Dickens, o Doctor (Matt Smith) se depara com um velho ranzinza e amargo e resolve visitá-lo enquanto ele ainda é uma criança para ajudá-lo a ser uma pessoa mais amável. O episódio mostra o Doctor voltando para visitar o garoto em várias fases diferentes de sua vida em uma história cheia de sentimentalismo e carregada de emoções. Com certeza um dos momentos mais bonitos de Doctor Who.

4 - The Girl Who Waited (S06 - EP10 - 2011)

Um dos momentos mais brilhantes de Karen Gillan na série em um episódio que é de cortar o coração. De verdade, é uma das coisas mais tristes esse episódio. A companheira do Doctor: Amy Pond sem querer vai parar em uma realidade onde o tempo passa de uma forma diferente, então enquanto o Doctor e o marido de Amy: Rory vivem minutos para descobrir como trazê-la de volta, ela vive 35 anos sozinha esperando ser resgatada. Não vou soltar spoilers, mas o desfecho dessa história… É de cortar o coração (como já tinha dito que ia rolar no começo) Ah, e um destaque especial pra fotografia desse episódio... É bonito demais.

3 - The Girl in the Fireplace (S02 - EP04 - 2006)

Esse é um dos episódios em que o Doctor visita um personagem histórico, no caso: a Madame de Pompadour, a amante do Rei Luís XV. Em um episódio que também é muito triste (Se você ainda não percebeu até aqui, ai vai uma curiosidade: Doctor Who é uma série meio triste), aqui a trama se divide bem entre a comédia, o drama e a ficção científica, com vários momentos memoráveis e com David Tennant em uma de suas melhores performances.

2 - The Doctor’s Wife (S06 - EP04 - 2011)

Escrita pelo magistral (e fã da série) Neil Gaiman, esse episódio dá uma pausa nas aventuras do viajante do tempo e espaço pra dar atenção em um personagem extremamente importante: A famosa caixa azul: Tardis. E “transformando” a espaçonave em uma mulher, a relação especial que o Doctor tem por sua nave é explorada de uma maneira única e que só poderia ter sido escrita por alguém como Neil Gaiman… Certamente um dos episódios mais especiais para os fãs, para quem quer saber mais sobre esses personagens e para o próprio Doctor.

1 - Vincent and the Doctor (S05 - EP10 - 2010)

Pegando uma das histórias reais mais tristes do mundo: A vida trágica do pintor Vincent Van Gogh, Doctor Who faz seu episódio mais tocante e emocionante de todos os tempos. Claro que tem toda uma história com monstros, correria e diversas outras maluquices (como é de se esperar de qualquer episódio de Doctor Who), mas a fidelização da tragédia de Van Gogh, a brutal interpretação que Tony Curran dá ao pintor e principalmente a cena em que o Doctor o leva ao futuro para ele ver com seus próprios olhos uma exposição de suas obras em um museu, transformam esse episódio em uma história extremamente tocante e um verdadeiro clássico instantâneo que fica marcado pra sempre nos corações de quem assiste, dando a Doctor Who um peso muito maior do que uma simples série de ficção científica.

E ai? Concorda com a lista? Achou que tá tudo errado? Escreva aqui nos comentários qual é a sua lista pessoal dos 10 melhores episódios de Doctor! 

Allons-y!

Continue lendo
Indicados para você