[ editar artigo]

Insatiable, a série insaciável

Insatiable, a série insaciável

Insatiable é uma série que está movimentando a internet por ter sido poupo palatável para muitos, inclusive com severas críticas e comentários gordofóbicos, afinal, a insaciável protagonista, perdeu alguns quilinhos para então virar aspirante à miss com a vingança correndo em suas veias.

Enredo

Quem espera que Debby Ryan mantenha seu doce perfil de Jessie ou Gêmeos à Bordo, está bastante enganado… Pois a trama gira em torno de sua personagem, Patty, uma adolescente, antes obesa, vítima de bulliyng e com baixíssima auto-estima que, ao ser socada um mendigo que tentava roubar seu chocolate, tem uma grande mudança de vida.

A garota emagrece em função de sua reconstrução de maxilar, mas logo começa a cuidar de sua aparência, no dia do julgamento de sua agressão, se depara com a grande chance de realização: o advogado Bob Amstrong, um homem frustrado com sua vida, que faz parte da aparente família tradicional perfeita...

O histórico de decepções de Bob é enorme, começando que seu grande talento como treinador de misses fora interrompido com falsas acusações de pedofilia, seu pai não o dá liberdade para exercer advocacia com plenitude e todas as suas ações são ofuscadas por seu ex-melhor amigo de infância e maior rival Bob Barnard.

Com aspirações unidas e motivações muito semelhantes, os protagonistas Patty e Bob se unem para alcançar a vitória, desde o tribunal às coroas de miss. Tratando de problemas familiares, de sexualidade, de vícios e, obviamente, bullying, Isatiable se vale de humor negro para garantir a comicidade ao público.

Tá e daí?

Como todas as personagens aparentam ter algum mínimo tipo de ligação, cada fato, mesmo que evidentemente irrisório, acaba gerando consequências a todos e possibilita mudanças de cena não muito abruptas…

A rotina da escola, por exemplo, é sempre afetada daquela maneira cinematográfica de Meninas Malvadas, com todo o drama adolescente possível: “tribos” adolescentes, comentários de tudo que acontece, refeitório e corredores como cenário, etc e tal.

Já as famílias tratam pequenos acontecimentos como motivo de devastação da vida na Terra, por isso, drama é o que não falta durante toda a série, pode ter certeza!

As situações de Insatiable, como um todo, são realmente bastante ridículas, tanto que o riso dos espectadores são consequência das famosas piadas forçadas (machistas, gordofóbicas, xenofóbicas, racistas, homofóbicas, entre outras), lembrando bastante o estilo dos filmes de comédia do início dos anos 2.000.

Ao longo da série surge até uma história possessão, oija, xamã, etc e tal… Ah, a base de tudo isso veio meio que com um background que remete à nossa terrinha: sim, porque coisas estranhas tinham que vir do Brasil, né?

Serve para alguma coisa?

Obviamente que tudo depende da interpretação de quem vê, pois não faltam críticas à sociedade americana (pois, apesar da trama ser desenvolvida quase que exclusivamente na Georgia, todo o modo de vida americano é satirizado), por exemplo.

São variadas também as referências de filmes no desenrolar da história (possibilitando certa nostalgia), já que Patty e sua melhor amiga, Nonnie, as citam diversas vezes.

É possível se distrair com diferentes roupas pela elaboração dos figurinos (principalmente por tratar com tanta veemência dos concursos) e lembrar dos absurdos vividos pelas Misses, a exemplo da queridinha americana Honey Boo Boo.

Tem umas participações especiais interessantes também, como do Jon Lovitz e da Drew Barrymore!

Por isso, se você quer um momento para não pensar em nada, Insatiable é a série certa…É o tipo de coisa que você veria na sessão da tarde (se censurarem algumas cenas , é claro - a classificação indicativa é de 16 anos) e assiste para desopilar o fígado.

 

 

Clube Minha Série
Carolina Magalhães Cezar
Carolina Magalhães Cezar Seguir

Amante de gatos, tagarela, leitora frenética e escritora compulsiva, transito em vários temas, repassando um pouco do meu conhecimento pessoal, absorvido por osmose ou forceps, empírica ou teoricamente...

Ler matéria completa
Indicados para você