[ editar artigo]

A PSICOPATA QUE SERVIU COMO UMA LUVA PARA JODIE COMER

A PSICOPATA QUE SERVIU COMO UMA LUVA PARA JODIE COMER

Killing Eve, a nova e mais bem sucedida série da BBC América, traz além do thriller instigante com largo protagonismo feminino, uma abordagem sobre a psicopatia muito bem definida na pele da antagonista Villanelle (Jodie Comer). Aliás, é digno elogiar a atuação dessa atriz que realmente esta surpreendendo a cada episódio da série.

Villanelle é um personagem absolutamente atraente, não só pela complexidade do seu comportamento, mas pela brilhante mediação entre um estado consciente de anormalidade comportamental, obscuridade e uma grande carga irônico-cômica pela qual  tramita, dando ao telespectador até certa empatia por ela.

Mas o que marca em Villanelle é, de fato, o olhar que Jodie Comer conseguiu dar a ela que consegue personificar a essência de um individuo que não tem sentimentos, mas que tem inteligência e sagacidade para confundir, além de muita cara de pau e um humor mórbido afiadíssimo. A série já valia à pena pelo conjunto e agora mais ainda pela atuação de Jodie Comer e sua psicopata que faz valer o ditado “serviu como uma luva”.

Clube Minha Série
Luciana Pereira
Luciana Pereira Seguir

Estudante de Administração, apaixonada por Grey's Anatomy e por várias outras séries, adoro ler a respeito desse universo tão recheado de coisas legais e estou me aventurando a escrever e compartilhar opiniões.

Ler matéria completa
Indicados para você