[ editar artigo]

6 razões para assistir How to Get Away with Murder

6 razões para assistir How to Get Away with Murder

Não é de hoje que o tema jurídico figura entre alguns dos mais populares para a produção de séries e filmes. Suits e Law & Order, sem dúvida, figuram entre as mais populares, com o spin off Better Call Saul correndo por fora, e claro, a queridinha do momento How to Get Away with Murder — para facilitar a vida, daqui em diante vamos chamar apenas de HTGAWM.

Iniciada em 2014, a série conta com 4 temporadas, 3 delas disponíveis para os assinantes da Netflix, com previsão de entrada da 4ª temporada no primeiro semestre de 2018. A produção é assinada por Shonda Rhimes, estrela por trás de sucessos como Grey's Anatomy e Scandal, o que explica parte do frenesi gerado em torno dos episódios.

Como se não bastasse, existem ainda outros ótimos motivos para você acompanhar a produção, que já teve até seus direitos comprados pela Rede Globo que a batizou de "Lições de um crime" — piada pronta na web dos memes.

Os motivos para assistir à HTGAWM que fazem sentido para mim, você confere aqui abaixo. ;)

1. A história

Apesar de, à primeira vista, parecer um seriado sobre o sistema judiciário e suas particularidades, com juízes, júris e advogados, o HTGAWM vai além. A trama tem como principal personagem Annalise Keating, uma advogada criminal de defesa e professora universitária renomada. Altamente respeitada no mercado, ela ministra uma disciplina com o mesmo título do seriado.

Bastante concorrida pelos alunos, a aula expõe casos reais atendidos pelo escritório da professora. Além das notas, eles servem também para que ela descubra quem são os 5 melhores alunos, escolhidos para trabalharem em seu escritório. Uma vez que eles começam a experiência profissional, todos acabam se envolvendo em uma trama de assassinato que se desenrola ao longo dos episódios e se desdobra em novos casos.

2. Viola Davis sendo f*#@

Se em algum momento você já havia ouvido falar deste seriado, imagino que possivelmente tenha sido por conta da atuação fantástica da atriz Viola Davis. Vencedora de um Emmy de melhor atriz em série dramática e uma das melhores atrizes da atualidade, Viola é quem encarna o papel da advogada Annalise Keating.

Com o talento que lhe é peculiar, Viola consegue trazer à tona uma personagem absurdamente complexa, forte e cheia de nuances. Em momentos distintos ela apresenta a ambiguidade característica do ser humano: força e fragilidade, confiança e desconfiança, determinação e dúvida, amor e ódio, tudo ao mesmo tempo. Uma carga dramática que, ainda assim, permite à personagem não perder a classe a elegância para lidar com os problemas.

3. Casos e reviravoltas

Seriados que envolvem temas jurídicos, como é o caso de HTGAWM, pressupõem a presença de casos a serem desvendados ao longo dos episódios. Neste caso, praticamente a cada novo episódio um novo caso entra em cena no dia-a-dia do escritório de Annalise Keating — além, é claro, do mistério decorrente da trama principal da série.

Apesar de nem sempre estarem envolvidos com a trama central da produção, os casos são intrigantes e muitas vezes se relacionam com os outros personagens e suas artimanhas para conseguir atingir seus objetivos.

4. É impossível parar de ver

Ok, ok, esse é um motivo que faz sentido para muitos seriados aclamados por aí. Neste caso, no entanto, é impossível deixar esse ponto de lado. A razão é simples: por se tratar de um seriado que envolve assassinatos, mistérios e processos judiciais, praticamente todo episódio termina com aquele clássico cliffhanger — quando você fica intrigado a continuar assistindo para ver o desenrolar da cena.

Como se esse recurso de roteiro ainda não fosse o suficiente, a história se desenrola de uma forma que é muito difícil adivinhar o que vai acontecer, quem é o verdadeiro culpado, quem está mentindo e etc. A não ser, é claro, que você seja daqueles indivíduos com uma intuição sem igual e uma habilidade para adivinhação de roteiros.

5. Sem lentidão

Como você já deveria imaginar, por se tratar de um tema que envolve assassinatos e muitos mistérios, a velocidade e a intensidade são os sentimentos que marcam o desenrolar da produção. Ou seja, se você já se cansou de cenas lentas e momentos que mais parecem "encheção de linguiça", fique tranquilo que em HTGAWM isso nunca acontece.

A trama não pára um minuto sequer, com muita intensidade, velocidade e dinamismo. Tanto é que não difíceis os momentos em que é necessário voltar um pouco para rever a cena e compreender o que aconteceu, ainda mais quando o "juridiquês" toma a frente.

6. Uma reflexão sobre a justiça

No mais, o seriado nos apresenta uma reflexão sobre o sistema judiciário, a presença da justiça e os envolvidos no processo. Será que o sistema é justo mesmo? A verdade existe, ou o que há é apenas um ponto de vista, uma versão sobre os fatos? Até que ponto a moral e a imagem defendida pelo advogado em sua carreira podem influenciar nas decisões tomadas em seus casos? Será que as decisões do júri e do juiz sempre são as mais corretas? A justiça efetivamente existe?

Essas são apenas algumas das questões que o desenrolar da história nos fazem refletir sobre. Indo além da justiça, há ainda uma reflexão que pode intrigar ainda mais quem decide assistir ao seriado: até onde estamos dispostos a ir quando chegamos a uma condição limite?

Tudo isso reunido faz de HTGAWM uma das séries mais intrigantes e capazes de prender a audiência em torno de um tema que, entra ano sai ano, continua sendo queridinho de diretores e produtores de filmes e seriados. A torcida que fica agora é para que o final seja tão bom quanto o desenrolar da trama. Aguardemos a 4ª temporada na Netflix!

Clube Minha Série
Marcus Pereira
Marcus Pereira Seguir

Mkt Digital e Conteúdo @ Beracode

Ler matéria completa
Indicados para você